quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Regressar pelo mar para uma nova etapa!

Depois de um período de descanso no nosso Portugal, o blogue está de volta e de "cara lavada" para uma nova etapa! Não tem sido fácil arranjar tempo para escrever nestas primeiras semanas após o regresso, mas prometemos dar a conhecer mais d'O Meu Lado Solar sempre que pudermos!

Por falar em regresso, este foi diferente. Em vez do ar, viemos por mar!

Visto termos decidido trazer o nosso carro, optamos por fazer um cruzeiro/travessia entre Espanha (Santander) e o Reino Unido (Portsmouth). Santander foi uma grande descoberta para os dois: mistura a típica arquitectura espanhola com uma orla costeira de fazer inveja a muitas grandes cidades! Definitivamente um local muito recomendável para umas férias de Verão. Prometemos voltar!

A segunda praia d'El Sardinero (Santander)
Museu marítimo da península de la Magdalena (Santander)
A catedral de Santander
Não sabíamos exactamente o que esperar do navio que nos havia de levar mas rapidamente nos apercebemos que ia ser algo muito diferente do que estávamos habituados: o Pont Aven tem 190 metros de comprimento, com 9 pisos e lotação para 2400 pessoas e 600 carros!

O Pont Aven da Brittany Ferries
O cruzeiro tinha todas as comodidades, bem como um extenso programa de entretenimento para as 24 horas da travessia. Sem dúvida, uma forma muito cómoda e charmosa de cruzar o Atlântico! Para mais informações, caso queiram/precisem de fazer esta travessia, aqui fica o site da empresa.

A piscina do Pont Aven
Mas nem tudo foram rosas... o golfo da Biscaia é bem tramado de se cruzar! É, digamos, "enjoativo"... mas logo que entramos no canal britânico a viagem tornou-se bem mais agradável e foi possível desfrutar mais plenamente. Ainda assim, estas não são, definitivamente, as águas mais apropriadas para um cruzeiro turístico, dizemos nós! Mas esse também não era propriamente o propósito da viagem, pois 90% dos passageiros eram britânicos em retorno de férias da "Europa" (como eles dizem...é o equivalente aos madeirenses chamarem "continente" a Portugal) e tudo o que eles queriam era efectuar a travessia e rapidamente (tal como nós!).

A chegada a Portsmouth foi muito suave e muito mais pacífica do que esperávamos! Fiquem a saber que é muito mais fácil entrar no Reino Unido pelo mar do que pelo ar (pela nossa experiência, claro)! Ao passar na alfândega foi só mostrar os passaportes e "off you go"! Sem perguntas nem objecções, o que estranhámos especialmente tendo em conta que trazíamos o carro bem "fornecido". Sorte de principiante, talvez...

O porto de Portsmouth, à chegada
De Portsmouth seguimos directamente para Oxford, mas isso é outra história...estejam atentos!

Felizmente o tempo à chegada a Inglaterra não estava a depressão habitual e permitiu uma transição mais suave do tempo magnífico que tivemos em Portugal durante 3 semanas! Não durou muito...mas pelo menos ainda chegamos a tempo de aproveitar!
 

4 comentários:

Anónimo disse...

ENA ENA...Fico feliz que tenhas gostado da travessia. A sugestão foi mesmo boa?!

José Barros disse...

Sim, foi uma excelente sugestão! Teve o mérito de tornar uma mera viagem em mais um dia de férias! :) Obrigado e temos de falar um destes dias!

Ana Amélia Menezes disse...

Ola :) então gostaram de Santander?? É uma cidade lindissima..como correm as coisas por ai? Beijocas grandes

José Barros disse...

Sim, gostámos muito, apesar de só termos tido uma manhã... mas valeu a pena!

Quanto às coisas por cá...tem sido um lufa-lufa e umas semanas algo complicadas, tarda a normalizar...mas nunca pior!

Espero que esteja tudo bem convosco e que as coisas estejam mais próximas dos vossos desejos!